PL EN


2016 | 9 | 1 |
Article title

MISTÉRIOS DA ÁGUA: O REMORSO EM GUIMARÃES ROSA E AUTRAN DOURADO

Content
Title variants
PT
MISTÉRIOS DA ÁGUA: O REMORSO EM GUIMARÃES ROSA E AUTRAN DOURADO
Languages of publication
EN
Abstracts
EN
[for English, scroll to the bottom of the page]Alice Áurea Penteado MarthaUniversidade Estadual de Maringá-UEM, Maringá, Paraná, Brasil "Mistérios da Água: O Remorso Em Guimarães Rosa E Autran Dourado"Em ‘A terceira margem do rio’ (Primeiras estórias, 1962), de Guimarães Rosa, e em O risco do bordado (1970), especialmente no episódio ‘Assunto de família’, de Autran Dourado, é possível apontar a presença de um fio condutor das narrativas, o sentimento de remorso experimentado pelas personagens. Neste trabalho, procuramos levantar relações intertextuais na produção dos dois grandes escritores mineiros, observando como cada um inseriu em seus textos os mistérios da água, fonte de vida e tensão para o ser humano, palco para dramáticas relações entre pai e filho. Palavras-chave: Guimarães Rosa; Autran Dourado; ‘A terceira margem do rio’; ‘Assunto de família’; intertextualidade. "Mysteries of the Water:Guimarães Rosa and Autran Dourado-Remorse According to an Intertextual Approach"The characters’ experience of remorse underlies, as a leitmotif, the narratives in Guimarães Rosa’s ‘The Third Bank of the River’, (First Stories, 1962) and Autran Dourado’s episode called ‘A Family Affair’ (1970). The analysis offered in this article focuses upon intertextuality in the literary output of the writers of Minas Gerais. More specifically, the author studies the manner in which each of the writers incorporates in their texts the tropes of manifestation-and expiation-of blame against the backdrop of a river. The river, the space of ambivalence, the master of life and death, carries out its creative and destructive functions within the relationships among the characters of each narrative.Keywords: Guimarães Rosa; Autran Dourado; ‘A terceira margem do rio’ [‘The Third Bank of the River’]; ‘Assunto de família’ [‘A Family Affair’]; intertextuality.
PT
Alice Áurea Penteado MarthaUniversidade Estadual de Maringá-UEM, Maringá, Paraná, Brasil RESUMO: Em “A terceira margem do rio” (Primeiras estórias, 1962), de Guimarães Rosa, e em O risco do bordado (1970), especialmente no episódio “Assunto de família”, de Autran Dourado, é possível apontar a presença de um fio condutor das narrativas, o sentimento de remorso experimentado pelas personagens. Neste trabalho, procuramos levantar relações intertextuais na produção dos dois grandes escritores mineiros, observando como cada um inseriu em seus textos os mistérios da água, fonte de vida e tensão para o ser humano, palco para dramáticas relações entre pai e filho. PALAVRAS-CHAVE: Guimarães Rosa; Autran Dourado; “A terceira margem do rio”; “Assunto de família”; intertextualidade.   
Keywords
Year
Volume
9
Issue
1
Physical description
Dates
published
2016-05-15
Contributors
References
Document Type
Publication order reference
Identifiers
YADDA identifier
bwmeta1.element.ojs-issn-1991-2773-year-2016-volume-9-issue-1-article-4030
JavaScript is turned off in your web browser. Turn it on to take full advantage of this site, then refresh the page.